Consultoria

Consultoria
Dra Daniela Bordini e Graccielle Asevedo, no Fleury

Dra Daniela Bordini e Graccielle Rodrigues, coordenadoras do TEAMM, no Laboratório Fleury,  cliente de consultoria. 

Cada vez mais  empresas  vêm demostrando interesse em aprimorar o atendimento a pessoas com TEA afim de proporcionar a melhor experiência possível para estes clientes tão especiais.

O TEAMM/UNIFESP, como Centro Especializado em Autismo desde 2007, realiza trabalhos de consultoria em projetos customizados. Cada trabalho é desenvolvido em conjunto com o time do cliente, de acordo com seus objetivos específicos que costumam envolver: 

  • Compreensão de necessidades e características comuns em pessoas com TEA; 

  • Sensibilização e capacitação de equipes;

  • Adequação de ambientes; 

  • Redesenho de processos envolvidos no atendimento;

  • Entre outros.

Caso deseje conversar sobre um projeto em sua empresa, envie-nos  um e-mail para:

Conheça  agora alguns casos de sucesso em empresas bem conceituadas como Hospital  Albert Einstein e Laboratórios Fleury.

CASOS DE SUCESSO
LOGO FLEURY.png
albert-einstein.png
COLEGIO PAULICEIA.png
Fleury
WhatsApp%20Image%202020-07-14%20at%2012.

Da esq p dir: Drª. Graccielle Rodrigues e Drª Daniela Bordini, psiquiatras e coordenadoras do TEAMM; Maria Beatriz Hadler, gerente médica e Sra Alessandra Antoniazzi, gerente de negócios do Fleury Medicina e Saúde.  

Projeto TEAcolher
Cliente: Grupo Fleury

O objetivo dessa iniciativa foi aprimorar o atendimento ao paciente, entender suas necessidades para que ele e sua família tenham sempre uma experiência leve e  diferenciada dentro do Fleury.

 

Neste projeto,  foi desenvolvido um modelo de capacitação interna aos colaboradores e médicos do Fleury sobre o TEA - Transtorno do Espectro do Autismo contemplando:

  • Personalizar o atendimento desses pacientes traçando principais características de cada um deles;

  • Capacitar a equipe para oferecer maior acolhimento ao paciente e sua família;

  • Estabelecer fluxos ágeis para evitar espera;

  • Sensibilizar e Refinar o conhecimento sobre o manejo desses pacientes.

 

A unidade Morumbi, que conta com o Fleury Kids, foi escolhida para colocar em prática o projeto no formato piloto. A capacitação foi focada nos times de atendimento, coleta e médicos. A equipe do atendimento móvel e a unidade Fleury Itaim também já foram qualificadas.


Inspirada nas pistas visuais (muito utilizadas no seguimento desses pacientes), a comunicação através de desenhos foi elaborada para dar maior suporte à família e ao paciente na previsibilidade do procedimento, já que este é um dos principais pilares para concluir com êxito o atendimento aos pacientes portadores de TEA.


Olhar para cada pessoa de forma individualizada e entender suas necessidades foi a forma que o Fleury encontrou para cuidar de cada paciente de um jeito diferente e especial.

Capacitação dos educadores da creche
Cliente: Hospital Israelita Albert Einstein

O objetivo deste curso foi capacitar profissionais da área da educação infantil a reconhecer os sinais de alerta para TEA em crianças de 0-3 anos e fornecer orientação para estimulação precoce.

 

Através de iniciativas como essa, tentamos levar um pouco mais de conhecimento a respeito dos transtornos do espectro do autismo na tentativa de alcançarmos identificação cada vez mais precoce dos sinais de alerta e estimularmos essas crianças cada vez mais cedo, melhorando assim o prognóstico de evolução e qualidade de vida das famílias.

 

A escola é um parceiro fundamental tanto na identificação dos casos que estão discrepantes da média como para auxiliar na estimulação do desenvolvimento dessas crianças.

 

Nesse curso apresentamos nossa experiência na área tentando conciliar as principais linhas de evidência e cuidado unindo técnica e humanismo. Além das aulas expositivas, tivemos atividades práticas para que os participantes se sentissem mais seguros em sua prática educacional com essas crianças com necessidades especiais. 

Einstein
WhatsApp%252520Image%2525202020-07-14%25

Da esq p direita:  Bruna Correa (psicóloga) , Gabriela Cassimiro ( terapeuta ocupacional) e  Daniela Bordini (psiquiatra e coordenadora do TEAMM).

Pauliceia
WhatsApp%2520Image%25202020-08-03%2520at

Na frente, da esq para dir: As palestrantes e psicólogas ABA do TEAMM, Fernanda Beradinelli, Tatiana Sasaki e Lucimara Mizael; Sra. Carmem Lydia, diretora do  Colégio Pauliceia, e sua equipe.  

Capacitação de educadores para lidar com comportamentos difíceis de alunos com autismo
Cliente: Colégio Pauliceia

Na prática da educação inclusiva é essencial que os educadores estejam preparados para conviver com a diversidade, respeitando e valorizando as diferenças e características individuais de seus alunos. No entanto, muitos professores enfrentam desafios ao lidar com alunos que têm autismo, principalmente quando não conseguem se comunicar com os mesmos e compreender suas necessidades.


Pensando em aprimorar o ensino e a interação de alunos com TEA, a diretoria do Colégio Pauliceia

investiu na capacitação de sua equipe para manejar comportamentos difíceis que ocorrem no dia a dia escolar, tais como: esquiva de demanda, comportamentos repetitivos, autoagressão, dano ao espaço físico, entre outros.
 

Os participantes do curso aprenderam como elaborar uma avaliação funcional, que consiste na identificação dos motivos de comportamentos não adaptativos, bem como dos contextos em que eles ocorrem, para então traçar estratégias para modificá-los.

 

Esperamos que este aprendizado possa contribuir para que estes alunos tenham um melhor aproveitamento escolar e interação social com seus pares.